Meia Praia

m aerea meia praiaEsta praia, que segue ao longo da curvatura da baía, numa extensão com mais de quatro quilómetros, até ao Rio de Alvor, está separada do terreno de suave declive que a envolve como um anfiteatro, por um cordão dunar de destacada beleza.

A qualidade da fina areia doirada só tem paralelo nas transparentes águas que banham este magnífico trecho da costa. Ali se podem apanhar condelipas (conquilhas no resto do país) na maré baixa enquanto as crianças brincam nas bacias temporárias modeladas pelo mar junto à linha de água. Dali se podem admirar os veleiros grandes e pequenos navegando para lá e para cá, animando a baía com as suas velas brancas recortadas nos azuis do céu e do mar. Conta com apoios de praia e vigilância.

Praia de S. Roque – Designando frequentemente a Meia Praia, esta praia de S. Roque é, em rigor, hoje, inexistente. Correspondia a uma faixa de areal separada da Meia Praia por um braço do rio – a Barra de Dona Joana, segundo a tradição oral – e da cidade, pelo

curso principal da ribeira de Bensafrim. Recebeu esse topónimo em resultado da ermida ali fundada, em finais do séc. XV, por milaneses e sicilianos que exploravam a pesca do atum. Edificada perto do arraial das armações, a ermida firmava-se nessa faixa de areal. As alterações do delta da ribeira de Bensafrim, quer devido à hidrodinâmica e dinâmica sedimentar da orla costeira, quer por acção do terramoto de 1755 que, sabemos, destruiu a referida ermida de S.

Roque, acabariam por encerrar o braço da ribeira provocando a integração desse espaço na Meia Praia.

Esta praia, que segue ao longo da curvatura da baía, numa extensão com mais de quatro quilómetros, até ao Rio de Alvor, está separada do terreno de suave declive que a envolve como um anfiteatro, por um cordão dunar de destacada beleza.

Fonte: CM-Lagos.pt

Este site usa cookies para melhorar a sua navegação. Se continuar a navegar entendemos que aceita o seu uso. Saiba mais...